Monarquia, aguarde o SUPREMO defecar o monarca

By Portal da Radio

j

May 8, 2020

Isto que dizia Abdênago Lisboa, professor do Zé Maria, lá das Minas Gerais dizia o seguinte, que já definia muito bem, isto tudo o que hoje vemos e vivemos:
“O especialista é aquele que estuda cada vez mais, sobre cada vez menos, até que ele sabe quase tudo, sobre quase nada.

Bem, vendo tudo o que acontece percebemos que realmente estamos cercados de lesados por todos os lados. Mesmo assim, vez ou outra, encontramos um ou outro que pensa. É o caso de um autor anônimo que encontrei e que publicou o seguinte:

“Resumindo: bolsonaro moveu (o peão = 8 Cavalo) da 7ª casa horizontal para oitava casa fez dama e deu um xeque-mate em toda a esquerdalha.

O Bolsonaro nomeou um boi de piranha (que também seria boa opção para a PF) para atrair a ira da esquerdalha maldita.

O careca do STF, advogado do PCC, caiu na armadilha do Mito e deu a Liminar para o pedido da esquerdalha.

E A PARTIR DAÍ A ESQUERDALHA SE DEU MAL!!

1. Atraíram a atenção para o Ramagem, retirando o Moro da mídia e do palanque dois dias depois de ele pedir para sair. E já está esquecido.

2. Atraíram ainda mais a ira dos verde amarelo para o STF.

3. Expuseram o STF ao ridículo, cujo membro rasgou as leis e cagou em cima da Constituição.

4. Atraíram a ira da Associação dos Policiais Federais, que protestou contra o impedimento do Ramagem.

5. Dobraram a quantidade de “bolsominions” na rua, no terceiro fim de semana seguido.

6. O Bolsonaro ficou à vontade para mandar um recado e dar um basta definitivo nas interferências indevidas da Justiça.

7. O Ramagem continua a ser o diretor da ABIN, onde deveria mesmo ficar.

8. O Mito nomeou sua primeira opção para diretor da PF, com todas as qualificações necessárias: foi militar, é casado com filha de militar, é um delegado querido na PF, é o Nr 2 da ABIN e é parceiraço do Ramagem e, ambos alinhadíssimos com o Mito.

O Mito joga xadrez
Os idiotas jogam damas.” (autor desconhecido)

Gostei da brincadeira que o autor fez e achei bem ilustrativo, para não ter que usar de alguns adjetivos pouco usuais que eu normalmente usaria.

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

“O Brasil de hoje tem quatro poderes: um Poder Legislativo, um Poder Judiciário e dois Poderes Executivos – o do Executivo propriamente dito, como prevê a Constituição, e um “Executivo do B”, que é o Supremo Tribunal Federal. Estão querendo governar o país através de liminares.” (02/05/2020 – J.R. Guzzo)

=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=x=

Tenho certeza que os militares não são homens para apresentar-se com melindres porque foram bem ou mal tratados, acho mesmo que são adultos a ponto de não se deixarem levar por atitudes intempestivas de um pobre velho, cuja demência abre suas portas para tragá-lo. E por esse motivo o título que nos remete ao fato de que: A monarquia voltou, só temos que esperar o SUPREMO cagar o monarca.
Engolir o rei foi fácil, difícil e quase impossível, é defecar o mesmo, pois, quando o engoliu, ele não saiu, porque a coroa está impedindo a saída.

O jogo continua e parece que algumas normas de conduta, não são conhecidas, nem mesmo do mais ilustre dos ilustres togados.
Algumas normas que a gente normalmente utiliza, até mesmo em balcões de boteco, os togados, parecem não ter a mínima ideia de como utilizar.
Para um bom convívio social, sempre se fazem necessárias, algumas palavrinhas mágicas, como “com licença”, “obrigado”, palavrinhas essas que muitas vezes encantam o ambiente, e o torna menos ácido, apesar da minha ransinice, da minha costumeira grosseria.
Além das palavrinhas é claro que o respeito, sempre conta em todo lugar, por onde quer que andemos, juntamente com o respeito, não podemos deixar de ressaltar a compostura, que aliada à cordialidade, podem abrir portas até mesmo entre inimigos. Mas, os “SUPREMOS”, não têm a mínima ideia do que seja isso.

E além de tudo, é claro que essa atual composição do STF, parece não ter mais nada que fazer, a não ser desafiar o poder EXECUTIVO.
Fazer o EXECUTIVO lamber o pó das ruas, parece ser a palavra de ordem. E é assim que recebemos, nós os cidadãos o mandado de intimação, assinado por José Celso de Mello Filho, e que através deste, pelo visto, ou demonstra a senilidade avançada, o que já daria azo ao seu afastamento, e se não, então, ficou claro que o objetivo do indivíduo é o desrespeito incontinenti a membros do poder executivo.
Pois bem, percebe-se que esse ancião, lança por terra a máxima da harmonia entre os poderes.
Parece estar buscando, como um cachorro demarcar território, querendo dizer ao mundo que no Brasil, quem manda é o STF e que hoje temos de volta a condução coercitiva, ainda que seja “debaixo de vara” (lembrando aqui o artigo 95, do Código do Processo Criminal do Império de 1832)

Primeiramente vemos que o Supremo Tribunal Federal, acaba de, sei lá, talvez tentar derrubar, a própria decisão de 14/06/18, onde por 6 votos a 5 decidiram que a condução coercitiva de investigados para interrogatórios, violaria a Constituição.

E além disso, vimos o renascimento do Artigo 95, que constava do CPC do ano de 1832, portanto no império.
Suas Majestades os “SUPREMOS” resolveram que agora terá que ser assim, talvez, até mesmo sob vara.
Lembrando que isso se refere a uma intimação dirigida a Generais 4 estrelas do Exército Brasileiro.

Assim sinaliza Celso de Mello:
“Cumpre advertir que, se as testemunhas que dispõem da prerrogativa fundada no art. 221 do CPP, deixarem de comparecer, sem justa causa, na data por elas previamente ajustada com a autoridade policial federal, perderão tal prerrogativa e, redesignada nova data para seu comparecimento em até 05 (cinco) dias úteis, estarão sujeitas, como qualquer cidadão, não importando o grau hierárquico que ostentem no âmbito da República, à condução coercitiva ou “debaixo de vara”, como a ela se referia o art. 95 do Código do Processo Criminal do Império de 1832, na linha do que estabeleceu valioso precedente firmado pelo Plenário do Supremo Tribunal Federal.”
Despacho de Celso de Mello afronta os ministros militares: “condução coercitiva ou debaixo de vara” – 06/05/2020 às 16:02

Eu fico imaginando que Celso deve estar pensando falar com seus capangas, ou mesmo com os de sua laia, porque não é possível. Sinceramente creio que esse ancião esteja tomando algo estragado.

Não importa o que o motivou a tal atitude. Trata-se de uma atitude totalmente desrespeitosa e sem o menor sentido, uma vez que os ministros dessa atual presidência, em momento algum tem desrespeitado a quem quer que seja.
Salvo uma ou outra vez, que tenhamos visto alguém em atitude desrespeitosa. Mas, eu mesmo costumo dizer: “respeito é bom, e até cachorro gosta!”.

Esse indivíduo, que parece achar que digeriu a própria monarquia, ousou dizer aos generais Walter Souza Braga Netto, Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira, e, Augusto Heleno Ribeiro Pereira, que ele os convoca e que ele determina como será o procedimento, e que ele não aceitará qualquer atitude que ele julgue desrespeitosa por parte dos generais.
Ignora o pobre incauto, que ele está no cargo que ocupa por “QI” “Quem Indica”, e que esses generais ocupam seus postos por mérito e competência.

Vemos no entanto, o que nos fala o Clube Militar através de sua Nota de Repúdio:

“O Clube Militar repudia enfaticamente o despacho exarado ontem pelo Ministro Celso de Mello, do STF, no inquérito que apura denúncias do Ex-Ministro da Justiça e Segurança Pública contra o Presidente da República.

Em primeiro lugar, depreende-se que existe ali quase que uma defesa de tese para alunos universitários. São páginas e mais páginas de ilações e comentários completamente desnecessários, utilizados tão somente para demonstrar seu ódio pelo governo federal e pelos militares.

Quanto ao despacho em si, “parabéns” ao Sr Ministro ao discorrer sobre a publicidade que deve ser dada às investigações, particularmente quando envolve autoridades públicas. Quem sabe essa afirmativa sirva, por exemplo, para tornar públicos alguns inquéritos sigilosos que tramitam no próprio Supremo? Ou aquelas investigações envolvendo os próprios Ministros e seus parentes, “amigos” e Congressistas?

No entanto, a maior falta de habilidade, educação, compostura e bom senso, desejáveis em um Ministro de uma Alta Corte, é, no tocante à forma como trata todas as testemunhas arroladas para depor, considerá-las como se fossem bandidos da pior espécie. Tal tratamento deveria, sim, por justiça, ser dispensado aos réus de um processo, inclusive àqueles que roubaram nosso país e que andam soltos por aí por leniência dessa própria Corte! Estes, sim, merecem ser conduzidos “debaixo de vara”.

Tratar autoridades de um outro Poder dessa forma leviana só demonstra o nível de Ministros do STF que temos em nosso País. Particularmente no tocante aos nossos Generais Ministros, a capacidade profissional que demonstraram ao longo de suas carreiras dispensa qualquer defesa, pois nenhum chegou ao topo da carreira militar por indicações políticas e/ou ideológicas, mas tão somente pelo mérito, caracterizado, entre outros atributos, pela dedicação à Pátria.

A Democracia se caracteriza pela independência e harmonia entre os três poderes e o grande fiscal desse sistema é a população. Assim, quando vemos manifestações, cada vez com maior frequência, contestando a atuação de qualquer um dos poderes da República, não se pode dizer que esses movimentos são antidemocráticos. Podemos, sim, afirmar que existem engrenagens do sistema que estão atuando fora do contexto democrático. O referido despacho do Ministro, bem como outras interferências indevidas e omissões entre os Poderes, bem demonstram essa afirmação!” (Gen Div Eduardo José Barbosa – Presidente do Clube Militar – 07/05/2020)

Sinceramente, não gostaria de estar vivenciando isto.
Creio, totalmente desnecessário que um poder se dirija dessa forma a membros de outro poder, especialmente, quando esses membros desse outro poder, não tem demonstrado qualquer atitude de desrespeito, aos membros dos demais poderes.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 06052020 – Monarquia, aguarde o SUPREMO defecar o monarca – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Publicações Recentes

As duas faces da mesma moeda

Ainda bem que temos inúmeras pessoas nas ruas e com uma câmera em suas mãos, pois se não fosse...

Eu cuido de ti

Quando todos os meus medos já não cabem mais em mim Quando o céu está de bronze e parece que é o...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *