Paródia de Para não dizer que não falei de flores

By Portal da Radio

j

March 30, 2021

“Pode em favelas e nos pancadões
cidadãos são presos em manifestações
os remédios não servem, não têm comprovação
lockdown é a saída e a ciência no chão

Vem vamos embora se esperar vamos morrer
quem sabe faz a hora, ninguém liga para você
vem vamos embora, mas me diga aonde vai
seu trabalho é essencial, Não?
Então volte e morra em paz

Há soldados armados pelo quarteirão
o decreto está acima da constituição
nos quartéis generais planejando uma ação
mas não têm o apoio da população

Onde está o dinheiro da federação
são bilhões investidos sem licitação
o Supremo investiga e prende o cidadão
mas não prende aquele que rouba a nação

Vem vamos embora se esperar vamos morrer
quem sabe faz a hora, ninguém liga para você
vem vamos embora, mas me diga aonde vai
seu trabalho é essencial, Não?
Então volte e morra em paz

na nossa grande imprensa é só morte e caixão
para culpar o presidente com desinformação
hospitais de campanha fizeram de montão
mas foram desmontados por conta da eleição

a vacina chegou como a salvação
4 anos de testes, mas um ano está bom
o que importa é o dinheiro, a cobaia é o povão
você é o responsável por qualquer reação

Vem vamos embora se esperar vamos morrer
quem sabe faz a hora, ninguém liga para você
vem vamos embora, mas me diga aonde vai
seu trabalho é essencial, Não?
Então volte e morra em paz

Senhor hoje nós queremos clamar pelo nosso País que tem sido vítima de políticos corruptos.”

Ainda não sei quem é o autor desta paródia. Sei que o original é de autoria de Geraldo Vandré feita no final da década de 1970.
Sei no entanto que está muito adequada e plena de verdades, que correspondem ao momento que vivemos.
Além disso, que fique claro, que o autor não falou, uma vírgula, além do necessário, e também não conteve a palavra certa, na hora certa e para a coisa certa.
Se algum dos políticos estiverem se sentindo atingidos, creiam, isso foi, com toda a certeza proposital e não fora da medida.
Lembrem-se, são vocês, que vêm nos assombrando ao longo dos últimos 30 anos, com tantos desmandos e injustiças.
Portanto, senhores, ao invés de ficarem ofendidinhos, vão criar vergonha na cara e mudar suas atitudes, para que não tenham que voltar a ouvir as verdades que o povo ainda tem a lhes mostrar.
Chega PORRA!

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo: COJAE 0001-12-PF-BR; Psicanalista: CONIPSI CIP: 0001-12-PF-BR; Jornalista: DRT-0009597/PR e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333
(41) 99109-8374
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 29032021 – Paródia de Para não dizer que não falei de flores – (imagens da internet)

Aproveito para deixar claro que os trabalhos que tenho desenvolvido, são de pura e simplesmente divulgação do que acho interessante para conhecimento geral, e não busco ganho algum com isto, senão o de transmitir conhecimento.

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se a mensagem foi útil, e acha que pode ser útil a mais alguém, divulgue:
(ao replicar, preserve a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

E siga-nos também através deste link: https://odysee.com/@iess:5/Par%C3%B3dia-de-Para-n%C3%A3o-dizer-que-n%C3%A3o-falei-de-flores:9

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Publicações Recentes

Quem de fato detém o poder?

Tudo começa, nesta parte da história que pretendo contar, com o General João Baptista de Oliveira...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *