By Portal da Radio

j

July 21, 2020

Por quê as dores das nossas escolhas doem tanto?
Ouvir mais o que o coração tem a nos dizer, claro, quando eu digo: “ouvir o que o coração tem a nos dizer”, estou dizendo ‘especialmente’ nós devemos ouvi-lo com sabedoria.
A sabedoria é quando aprendemos a dosar até mesmo a quantidade de feijão no prato; afinal de contas, tudo em excesso é prejudicial.
“Ouvir o coração com sabedoria”. O coração muitas vezes pode te dizer: – Saia nessa chuva! Vai curtir a chuva! Só que, veja bem, você já está com a saúde um pouco abalada. Não é muito conveniente tomar aquela chuva, naturalmente. Uma coisa, assim, bem óbvia, mas é a sabedoria que nos diz, que nos determina, o quê devemos ou não devemos fazer.
Muito bem. Então, ‘ouvir o coração’ é ouvi-lo com sabedoria, por exemplo: um rapaz jovem passa na rua. Vê uma menina bonita e se encanta com ela, e se apaixona por ela. Aquela paixão à primeira vista, aquela coisa!!! E ele resolve mudar a vida dele por conta daquela paixão à primeira vista. Em seguida ele descobre, digamos, que essa menina mesmo jovem bonita, é casada, daí é claro, a sabedoria diz: – Opa! Calma! Cuidado! Não é por ai. Afinal de contas… Ela já está envolvida emocionalmente com outro, consequentemente não é um bom caminho. Ou seja: “Ouvir o coração com sabedoria”.
Então, aquilo que você quer muitas vezes nem é pra você, por exemplo: ouvir o coração! Meu coração pode estar me dizendo que eu devo ter, digamos, uma Mercedes, aquele carro “muito especial”. Bom, digamos, o meu coração me pede uma Mercedes, mas veja bem, a minha condição financeira não me permite tê-la. A casa onde eu moro tem uma garagem que não é nem um pouco apropriada para ter um carro desse tipo, especialmente os que sejam estilo esporte. (porque a garagem é bastante desapropriada; não vai ser legal)
Outra coisa, o custo de um IPVA desses é muito alto. Então quer dizer: você vai ter que ter o custo do IPVA, mais o seguro, mais não sei o quê. Puxa! Qualquer coisinha que aconteça com o carro, Meu Deus! Custo elevadíssimo! Consequentemente, “ouvir o coração com sabedoria”, já me mostra que, de fato, não é muito conveniente eu ter aquele carro e, sim ter um carro mais à altura das minhas condições, por exemplo: um Fusquinha! Por quê? Por que com o Fusquinha eu vou aonde eu quero, e chego lá pouco mais lento, talvez? – Talvez? – Porque nas estradas que temos no nosso Brasil, também, elas não estão preparadas para o desempenho de um carro de ponta. Um carro que poderia estar rodando numa estrada europeia, vai vir rodar numa estradinha aqui do Paraná, do Brasil? Imagine! As estradas do Brasil não estão preparadas para muitos tipos de máquinas. Então, isso, é ouvir o que o coração nos diz!
Muitos jovens pegam e: ah! Vamos fumar um baseado. E vai fumar um baseado. E, ai, ele acha que está satisfazendo seu coração. Satisfazer seu coração, muitas vezes é muito bom, mas o baseado querendo ou não, é uma droga. E sendo uma droga além de tudo, ainda tem um ponto mais desfavorável a essa droga, que é justamente ser uma droga ilícita; consequentemente se a polícia pegar vai dar encrenca. Então puxa vida! Primeiro: A droga não é favorável ao teu organismo, até porque ela tem que ter uma dosagem correta para atuar em determinadas circunstâncias, caso contrário, ela não deixa de ser somente uma droga. Quando ela passa a ser numa dosagem correta para determinadas circunstâncias, então ela passa a ser um medicamento. Ou seja: Voltamos ao ponto: “Ouvir o coração com sabedoria!”
E quando não “ouvimos o coração com sabedoria”, é claro, as escolhas vão machucar; sabe, eu quero ter determinadas coisas, mas eu não posso, necessariamente eu não estou à altura de tê-las. Por exemplo: eu quero ser diretor de uma grande empresa, mas puxa vida, a minha incompetência não me permite ser um diretor de uma grande empresa. No momento que eu assumir aquele cargo, naquela grande empresa eu vou fazer o quê? Talvez o que o Lula tenha feito, ou seja: aquela barbaridade! Apesar de que o Lula roubou, mas não foi só roubo também. Não! Foi muito de falta de tato, falta de conhecimento, falta de sabedoria, falta de poder colocar as coisas nos seus devidos lugares.
Veja! Observe! Se uma pessoa que hoje está no poder, e que mudou toda a cara do poder político no Brasil, por exemplo: não sendo puxa saco, até porque não tem interesse nenhum nisso, não ganha nada com isso. O Bolsonaro. Ele não mudou nem o relógio que ele usa no pulso. O relógio dele é um “reloginho” daquele que se compra em feirinha hippie, e que custa dez reais, vinte reais, cinquenta reais… ‘sei lá o quanto custa uma porcaria d’aquelas.’ Um “reloginho” simples, um “reloginho” que, quando muito, é a prova d’água, mas, porque a grande maioria dos relógios, hoje são à prova d’água, quer dizer, ele não mudou para um relógio mais bonito. Ele Já poderia ter ganhado inúmeros relógios bonitos.
A caneta que ele usa é uma caneta Bic! Eu nunca vi! Nunca vi! Eu tenho sessenta anos. Eu nunca vi na história do Brasil, um homem que alcançasse qualquer cargo de mando ou de presidência de empresa ou de República, ou Senado, ou Câmara, etc, ou mesmo quando um cara passava num concurso para ser professor. A primeira coisa que ele já ganhava era uma caneta. Normalmente uma caneta Parker 51, Schaffer, Cross, uma caneta boa, uma caneta bonita. (Ainda hoje existem as Parker 51, se procurar no Google vai ver o preço de uma caneta dessas).
E, o Bolsonaro, continua usando a caneta Bic, que faz o mesmo efeito. Ela assina do mesmo jeito. Porque quem assina não é a caneta, e sim a mão que a usa. E ninguém viu até agora, ele ter usado essa caneta em despropósito ou desprestigio àqueles que o elegeram. Ou seja: ele em todos os momentos tratou o cargo com a sabedoria que tem. Por exemplo: eles estão tentando processar ele de tudo quanto é jeito. Tá pode processar, pode tentar, fica à vontade. Mas, como ele se conduz com muita sabedoria, dificilmente vai acontecer qualquer coisa. Vão tentar, vão tentar, vão tentar, e vão passar vergonha, quer dizer, vergonha não vão passar. Por Quê? Como é que passa vergonha aquele que não a tem. Difícil! Impossível! Só passa vergonha quem a tem, quem é educado para ter vergonha em caso de erro, de engano etc…
O Lula, por exemplo: roubou, destruiu, tratou a coisa pública com desprezo, falta de propósito. E tá viajando o mundo! E, ainda, cantando a cantilena de que ele foi o melhor presidente do Brasil! Como se isso fosse algo palatável a qualquer pessoa de bom censo. Veja bem, o ignorante, claro, vai olhar e vai dizer: – Oh! O Lula!
A pessoa que tem um pouco de inteligência, de sabedoria, de conhecimento, vai olhar e vai dizer:
– Olha! Tudo bem, eu posso não gostar do Bolsonaro, mas eu odeio o Lula. Não é porque eu odeie ele. É porque realmente ele é o ‘escracho’ de toda a coisa Pública. Ele é, simplesmente, o cocô do mosquito do cocô do cavalo do bandido. Quer dizer: ele não é nada, ele não é: nem aquilo que o gato enterra. Porque a merda que o gato enterra, ainda, pelo menos, serve de adubo. Mas Lula, infelizmente, não serve para absolutamente nada; dada a quantidade de crimes, a começar por crimes de omissão, conivência e acima de tudo incompetência…
Então, você veja! As escolhas podem doer até por uma incompetência. Até pelo silêncio. Por exemplo: hoje, você vê o Dória, lá em São Paulo, trancou todo mundo, mandou bater em gente que estava na rua, mandou prender, mandou algemar, assim como Witzel, assim como Caiado, assim como Rui Costa lá da Bahia, assim como a Fátima Bezerra, assim como Helder Barbalho. Esses comunistas de plantão, esses idiotas de plantão, mandaram bater no povo. O quê que aconteceu com isso? Eu, você e muitos outros, perdemos a nossa liberdade!
Agora existe uma lei de que, terá que usar máscara até mesmo dentro de casa, caso não use a policia pode invadir a tua casa. Veja bem! Gente! Isso é o cumulo! Isso é invasão da propriedade privada. Veja! Eu tenho direito de andar como eu quero! – Ah! Mas tem uma pandemia.
Mas ninguém provou que a porcaria da máscara funciona como deveria funcionar. Como já foi provado, por exemplo: que a hidroxocloroquina é o remédio mais apropriado no combate ao Covid-19, por vários motivos, inclusive por ser o mais barato e o mais eficiente.
Quem é que vai pagar pelo prejuízo de tantas vidas que morreram, quando poderia ter sido ministrado o protocolo de atendimento pela hidroxocloroquina? Já desde o inicio? Desde que o cara apresentou os primeiros sintomas?
Quer dizer: você perdeu a tua liberdade. Então, a tua escolha de ter ficado calado, de ter ficado omisso, de ter aceitado que esses comunistas mandassem na tua vida, é o que está causando a dor em determinados setores, por exemplo: no equiparado a política.
Agora, têm inúmeros outros problemas; aquela coisa de escolhermos uma pessoa. Uma pessoa bonita, uma pessoa doce, mas a gente não percebe determinados detalhes. Ela é bonita, ela é doce, mas ela é uma pessoa, digamos assim, “muito aparência”, quer dizer: a gente não percebeu corretamente. Então, as nossas escolhas doem, porque nós não percebemos a fundo, nós não paramos para analisar o que é que vem no pacote. Quando você vai comprar um produto: Você tem chegar e dizer: Tá beleza! – Isso daqui, quanto é?
– Tanto!
– O quê que vem junto?
– Isso, isso, isso!
– Tá, mas pra que venha isso, eu não vou ter um custo maior por conta disso?
Quer dizer: você tem que analisar o pacote, por isso, diziam os antigos, por exemplo: quando a pessoa arranjava uma namorada. Um jovem rapaz arranjava uma namorada, já diziam os mais velhos: – Veja como é que é a mãe da menina! Como é que é o pai da menina! Para você saber, mais ou menos, quem é a menina? Conheça a família!
Depois que você casou, e aí vem… Já casou e trouxe os agregados juntos, ou seja: a sogra, o sogro, o cunhado o concunhado, enfim uma série de outras pessoas. Aí, você vai descobrir que, aquele cunhado ou aquele concunhado, você não vai viver bem com ele. Nem ele viverá bem com você. Ou seja: depois que tudo já aconteceu fica um pouco complicado; aí você vai ter que abrir mão de determinados pontos, para poder conviver adequadamente com aquele que será tio, primo ou vô, ou vó do teu filho. Quer dizer então, você tem que ter a sabedoria para fazer boas escolhas.
Várias ocasiões na minha vida, por exemplo: eu já tive a oportunidade de trocar de emprego. Às vezes até ganhando o dobro do que eu ganhava no outro. E, eu não sei por que cargas d’água, não era tanto por sabedoria, eu até me considero muito burro. Mas, inúmeras vezes eu recusei. Então, eu não sei no que daria. Mas veja bem, quando alguém vem e te oferece algo, analise porquê estão te oferecendo aquilo? Eu, quando me ofereciam o dobro, eu pensava, puxa vida! O mercado de trabalho é tão grande, tem tanta gente aí disputando emprego. O cara vem me oferecer o dobro, por quê? Se eu estou trabalhando? Ele pode contratar alguém com muito mais competência que eu por um menor custo inclusive. Quer dizer: não tem lógica! A conta não fecha! E se a conta não fecha, mesmo que você esteja aparentemente, “levando vantagem”. Cuidado! Levar vantagem nem sempre é lucro, na grande maioria das vezes é prejuízo. Deus te abençoe, proteja, guarde, liberte, restaure em Nome de Jesus. Pense nisso!

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista DRT-0009597/PR e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 11062020 – Porque doem nossas escolhas? – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae #Moraesnaovaimecalar

Publicações Recentes

105 anos e o salmo 121

"Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do Senhor, que fez o...

Mateus o Poeta das breda

"Eu quero ganhar dinheiro, para mim ajudar a minha mãe, porque chamam de lesa, chamam de doida e...

Quem reina sobre nós?

"Avisado disto, Jotão foi, e se pôs no cimo do monte Gerizim, e em alta voz clamou, e disse-lhes:...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *