Qual a perspectiva para os próximos dias

By Portal da Radio

j

June 7, 2020

Meu caro, primeiro que você não tira meu sono, fique tranquilo, até porque é bom falar com pessoas inteligentes. Quando a gente fala com pessoas inteligentes, a gente se anima, a gente levanta, a gente cresce.

Bom, o problema aí é o seguinte: quanto tempo isso pode levar? Nós somos já pessoas do século passado. Nós somos do século passado, eu e você. Então, a gente já sabe que esperar é um dom. Um dom da sabedoria, inclusive porque nós não conseguimos saber nada. E além de tudo, veja, como é que nós vamos pensar em algo que possa apressar tudo isto? Lembre que há bem poucos dias atrás — dias atrás que eu estou dizendo aí são anos — tudo começou e a gente já queria esta intervenção com mais força; a gente está sonhando por esta intervenção; a gente chega a ter pesadelo porque esta intervenção não vem. Só que tem um detalhe, se tivesse vindo antes, Moro, por exemplo, não teria sido desmascarado. Witzel também não teria sido desmascarado; Dória… Veja quantos estão surgindo nessa leva. Tem agora uma história aí — e eu espero que seja história, sinceramente, não quero que seja verdadeiro — de que aquele amante da Peppa Pig, da Joice Hasselmann, está acusando o Moro, o Dória, o Alckmin e a Peppa Pig de serem os mandantes da tentativa de assassinato ao Bolsonaro.

Então você veja que é, na verdade, muita gente, e tudo isso estava escondidinho aí. Os militares estão tomando cuidado para não fazerem aquela patuscada de 1964 — patuscada por que eles limparam, mas não limparam completamente. E tenho a impressão de que eles estão querendo fazer um trabalho de limpeza, uma assepsia, a assepsia mais profunda na nossa nação, desta vez. E me parece — claro que posso estar enganado, você, inclusive, tem muito mais sabedoria que eu — que eles estão querendo fazer um trabalho de limpeza, a assepsia mais profunda na nossa nação, desta vez. Já não é mais a mesma coisa que foi daquela outra vez. Já não é mais da mesma forma. Já não é mais aquele mesmo desenho, aquela coisa do tipo “Olha, agora nós vamos dar uma anistia, e vai todo mundo pra fora, e daqui a pouco volta todo mundo, e aí volta todo mundo a reinar absoluto, e daqui a pouco aquela assaltante de banco vai virar a Presidente da República” e assim por diante. Não, parece-me que agora eles querem fazer uma limpeza um pouquinho mais profunda.

Talvez isso venha a me desagradar, porque é claro que todos nós temos — eu tenho, você tem — um comunistazinho de estimação. Todos nós temos em nossas famílias alguém que é, foi, ou até tem ânsia de ser comunista, e esses comunistas terão problemas que são muito sérios; são problemas que não haverá mamãe ou papai na hora que eles caírem nas mãos de um “Terceiro Exército”, quer dizer, acho que o quadro mudou. O quadro já não é mais aquele. Hoje parece-me que nós teremos aí algo de grandes proporções, tendo em vista que a China está envolvida nisso.

Não é como nós pensávamos há alguns anos atrás que o nosso maior problema era Cuba. “O Brasil não será uma nova Cuba”. O Mais Médicos aqui; Cuba, Cuba era o perigo; Fidel Castro era o perigo. Não, Fidel Castro, Cuba… Aquilo ali é forte apache, então nós estamos hoje com um problema que parece-me ser muito grande.

Talvez essa cartada seja tão definitiva que seja justamente a derrota, a destruição do poderio do Dragão, do Grande Dragão. Você sabe, eu sei, é da nossa infância quando eles já almejavam o papel do Grande Dragão que viria a dominar o mundo. Você sabe disso, nós estudamos isso na escola quando pequenos, talvez se falarmos isso para os jovens, mais da metade deles não saberá do que nós estamos falando. Mas eu e você sabemos muito bem do que está acontecendo. Eu e você sabemos qual é o desenho que se apresenta nesse horizonte aí. Claro que eu tenho medo também; eu tenho medo de, de repente, isso tudo dar errado e cairmos numa grande armadilha, mas me parece que não. Eu sinto que nós estamos em muito boas mãos. São pessoas com altíssimo nível intelectual e poder de barganha intelectual — não é aquela barganha de picareta, não, é uma barganha intelectual, aquela coisa do tipo “O que você tem pra me dar? Quero ver se isso me interessa, e quero ver se a troca também me interessa”, porque os nossos homens de hoje não querem dinheiro e não querem poder. O Bolsonaro não está interessado em ficar no poder. Acho que tem muita gente achando que o Bolsonaro está morrendo de vontade de sentar na cadeira de presidente. Aquela porcaria daquela cadeira de presidente já deu azia no Bolsonaro. Eu creio que ele está mais interessado mesmo é em descansar, ele quer mesmo é sair fora dali. Ele já viu que aquilo lá não serve pra ele, não. Aliás, não serve pra ele e não serve pra ninguém que seja um homem decente, porque ali a decência perde a classe.

Grande abraço. Deus te abençoe e fique em paz.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo, Psicanalista, Jornalista e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333 (OI)
(41) 99109-8374 (Vivo)
(41) 99821-2381 (WhatsApp)

Mensagem 13052020 – Qual a perspectiva para os próximos dias – (imagens da internet)

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se esta mensagem te foi útil, e achas que poderá ser útil a mais alguém, ajude-nos: (ficaremos muito gratos que, ao replicar o e-mail, seja preservada a fonte)

leia este texto completo e outros em:

http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Publicações Recentes

Depois de tudo

"Deixai-os; são cegos, guias de cegos. Ora, se um cego guiar outro cego, cairão ambos no...

Luta ideológica

Essa cantilena a que estão querendo fazer o povo brasileiro crer, de que existe uma luta de...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *