By Portal da Radio

j

September 2, 2023

Ao longo da vida as tentações se sucedem, e termos passado com garbo, por uma, ou por muitas, não nos protege das novas e também não nos isenta de termos que passar inúmeras outras.
E nos versículos seguintes vem o teste que poderia ter destruído a história de Abraão.

“E aconteceu depois destas coisas, que provou Deus a Abraão, e disse-lhe: Abraão! E ele disse: Eis-me aqui.
E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi.” (Gn 22:1,2)

Ele já havia provado que amava mais a Deus que a seu pai, e a todo instante que foi posto à prova, provou, que para ele, só o Senhor é Deus.

Porém, nunca saberemos qual a resposta que daremos, nas mais diversas situações, as quais vamos nos deparar ao longo da vida.

No momento que o Senhor o chamou: “Abraão!” Muitas coisas lhe vieram à mente, porém, com certeza, muito longe estava de realmente saber o que viria a este chamado; afinal de contas, ele já fora anteriormente designado: homem digno da confiança de Deus.

“E disse o Senhor: Ocultarei eu a Abraão o que faço, visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e nele serão benditas todas as nações da terra?
Porque eu o tenho conhecido, e sei que ele há de ordenar a seus filhos e à sua casa depois dele, para que guardem o caminho do Senhor, para agir com justiça e juízo; para que o Senhor faça vir sobre Abraão o que acerca dele tem falado.” (Gn 18:17-19)

Ninguém entende, e possivelmente também não entenderia, muitas coisas que estão descritas na Santa Palavra.
E naquele momento, ao ter sua atenção chamada por Deus, ele respondeu: “Eis-me aqui!”.

Eu me ponho a imaginar o turbilhão em sua mente e coração, pensando o que Deus pretendia ao chamá-lo.
Uma coisa é nos propormos a fazer tudo o que Deus mandar, outra, bem diferente, é fazermos o que Deus manda.
Coisas muito mais simples e que requerem muito menos de nós, já provamos que não somente não fazemos, como, nem ao menos damos atenção ao chamado do Senhor.

Neste caso, a prova era se Abraão era ou não um grande homem de fé, e que teria a fé, que seria conhecida no mundo como: “A Fé de Abraão!”.

Este foi o teste que fez de Abraão, de fato e de direito, o pai da Fé!

Aquelas palavras devem ter caído como ferro em brasa na carne de Abraão.
Aquele dia, e os três dias seguintes, devem ter sido tão penosos a Abraão, que não ouso sequer imaginar.

Mas, tudo tem um começo, um meio e um fim, e tudo terminou. A descrição da jornada, encontramos como sendo: “O Senhor Proverá!”.

Tudo o que Abraão, mais clamava, creio, era que Deus poupasse Isaque. Mas Abraão era temente a Deus e sabia que Ele, Deus, sabia o que e o porque estava pedindo aquele gesto extremo.

O local designado por Deus, estava localizado na terra de Moriá, e ficava a três dias de viagem. Abraão com certeza teve muito tempo, nessa dura e pesada caminhada, de avaliar, como seria entregar a Deus o “SORRISO” dele e de Sara sua esposa. (não nos esqueçamos que Isaque significa sorriso).

Com certeza, essa foi para Abraão, uma das jornadas mais tristes de sua vida. Abraão deve ter temperado a sua alma e coração, com o tempero do fel da amargura.

Imagino quando Isaque perguntou:

“Então falou Isaque a Abraão seu pai, e disse: Meu pai! E ele disse: Eis-me aqui, meu filho! E ele disse: Eis aqui o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto?” (Gn 22:7)

Como deve ter sido tempestuoso e dolorido responder:

“E disse Abraão: Deus proverá para si o cordeiro para o holocausto, meu filho. Assim caminharam ambos juntos.” (Gn 22:8)

O que te pede neste momento o Senhor?

Abraão levantou-se na madrugada, e com o que seria necessário, para o fiel cumprimento do mandado do Senhor, ele empreendeu viagem na companhia de seu SORRISO, creio que ele nunca imaginou em sua vida, como seria doloroso aquele sorriso à sua volta.

“Então se levantou Abraão pela manhã de madrugada, e albardou o seu jumento, e tomou consigo dois de seus moços e Isaque seu filho; e cortou lenha para o holocausto, e levantou-se, e foi ao lugar que Deus lhe dissera.” (Gn 22:3)

Tudo o que ele sabia, era a ordem que ele tinha recebido e que não poderia negar-se ao fiel cumprimento, porque essa ordem viera diretamente do Senhor.

“Ao terceiro dia levantou Abraão os seus olhos, e viu o lugar de longe.” (Gn 22:4)

Com certeza em seu íntimo, Abraão chorava; quase certo que recebera o mandado durante a noite. Mal amanhecia e ele já estava se aprontando para cumprir a ordem.
Ele sabia que não poderia demorar e menos ainda hesitar, porque a ordem não dava margens a discussões e debates.
A certeza maior, era que, importava fazer a vontade de Deus, e fazê-la o mais rapidamente possível, porque todo o que se demora, perde tempo, e permite que seu coração endureça.

Como está você?

Que Deus te capacite, proteja, guarde e liberte, no nome santo de Jesus que é o Cristo de Nazaré.

(ap. Ely Silmar Vidal – Teólogo: COJAE 0001-12-PF-BR; Psicanalista: CONIPSI CIP: 0001-12-PF-BR; Jornalista: DRT-9597/PR e presidente do CIEP – Clube de Imprensa Estado do Paraná)

Contato:
(41) 98514-8333
(41) 99109-8374
(41) 99821-2381 e 99820-9599 (WhatsApp)

Mensagem 25072023 – Sorriso em Pranto – (imagens da internet)

Os trabalhos que desenvolvo, não visam lucros financeiros, e são, apenas divulgação do que acho interessante para conhecimento geral, por isso, não monetizo.

Que o Espírito Santo do Senhor nos oriente a todos para que possamos iluminar um pouquinho mais o caminho de nossos irmãos, por isso contamos contigo.

Se a mensagem foi útil, e acha que pode ajudar alguém, divulgue: (ao replicar, preserve a fonte)

Siga-nos: https://www.bitchute.com/video/fy8DGk1Sh18u/

Texto completo e outros em: http://www.portaldaradio.com

@elyvidal @radiocrista @pastorelyvidal @conipsip @CiepClube
#FalaPortaldaRadio #conipsi #cojae #dojae

Publicações Recentes

O tempo é o presente

"E os homens tomaram aquele presente, e dinheiro em dobro em suas mãos, e a Benjamim; e...

Este é o grande segredo

"Eis que o meu servo procederá com prudência; será exaltado, e elevado, e mui sublime. Como...

Nostalgia

Enquanto a esquerda tenta dizer que o Brasil está indo bem, nós vimos no último sete de setembro...

0 Comments

Submit a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *